Polícia Federal orienta sobre denúncias de pornografia infantil

terça-feira, 24 de março de 2015

 
O Departamento da Polícia Federal compartilhou um comunicado via Facebook solicitando que internautas não venham a compartilhar vídeos e imagens contendo pornografia infantil, mesmo com o intuito de denunciar. 
O comunicado oficial lembra que o compartilhamento dessas informações pode acarretar na exposição da criança/ adolescente; dificuldade para identificar a fonte e seus autores e prejuízo nas investigações. 
Conforme o delegado da Polícia Federal em Criciúma, Rafael Antônio Broietti, o número de casos no município é considerado baixo pelo tamanho da cidade. "Existem alguns casos pontuais", conta o delegado. 
Segundo ele, no artigo 241 da lei número 10.764, de 12/11/2003, 'fotografar ou publicar cena de sexo explícito ou publicar, por qualquer meio de comunicação, inclusive rede mundial de computadores ou internet, fotografias ou imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo crianças ou adolescente, pode resultar em uma pena de reclusão de dois a seis anos, e multa. 
Broietti comenta que a maioria dos casos envolvem pessoas de faixa etária de 30 a 40 anos. "Os últimos casos registrados na região sul ocorreram em Tubarão e Passos de Torres. Em ambas as ocorrências foram encontrados conteúdos pornográficos armazenados em computadores", informou. 
O que fazer? - O texto da Polícia Federal informa que o caminho correto é denunciar o caso pela Central de Atendimento: "Disque 100" ou pelos portais da Polícia Federal e da Safernet
Hashtags também foram criadas pelo perfil do Departamento da Polícia Federal para contribuir no compartilhamento das orientações: #PFContraaPornografiaInfantil #euconfionaPF #SomosFortesnaLinhaAva
 Fonte: http://www.engeplus.com.br/noticia/seguranca/2015/policia-federal-orienta-sobre-denuncias-de-pornografia-infantil/

0 comentários:

 
Garantia de Direitos Seja um colaborador do Blog: Garantia de Direitos Basta enviar seus textos, links de matérias, vídeos ou curtindo e compartilhando o conteúdo do blog nas redes sociais E-mail, duarteleonardo96@gmail.com ou ligue 011 94930 4517